Monday, February 18, 2008

Argonautas


Acessavam todos os sites, procuravam pessoas solitárias, carentes.
Depois era só limpar suas contas, apagar suas vidas.
Um descuido deixou-os frente a frente com Netuno, um jovem hacker a serviço da polícia.

4 comments:

eduardo said...

Gostei. Intertextualidade inteligente. Parabéns!!

Angela said...

Bem pensado e bastante viável em nosso dias! Gostei do nome do agente!
bj, Ana.

Búfalo said...

Cheguei, enfim, aos seus escritos Ana, rs.

Gostei muito. O minimalismo do microconto/narrativa em estado puro.

Abraço,

Vicente.

www.bufalonoturno.blogspot.com

MARCOS DE ANDRADE said...

Sou teu fã e fã dos minicontos. Eles nos deixam divagar entre o real e o imaginário e ainda uma infinidade de possibilidades abertas. Beijão bem safado.