Sunday, December 28, 2008

Férias!


Estou escrevendo na praia, volto no final de janeiro!

Friday, December 19, 2008

Flame (em homenagem ao perfume com cheiro de hambúrguer)

Teve a orelha arrancada por uma mordida.
Não sabe ainda se foi por tesão ou fome.

Desejos II


Na frente do Gênio da Lâmpada ele disse:

- Eu queria mesmo entender essa tal de TPM. Acho uma ótima desculpa para tudo.

O Gênio então pensou um pouco e disse:

- Pode comprar teus absorventes, vais menstruar todos os meses. Não esquece também de comprar um remedinho para cólicas.

Thursday, December 18, 2008

Desejos


Ele tinha trabalhado o dia inteiro no emprego número um e até as 23h no emprego número dois. No meio da noite alguém tocou no ombro dele. Abriu os olhos com dificuldade e viu o Gênio da Lâmpada que disse:
- Deseje o que você quiser.
- Dormir!
Virou para o lado e aproveitou até as seis da manhã.

Tuesday, December 09, 2008

Solidariedade


Os noticiários de todo o mundo comentaram a notícia da tentativa de salvamento. Um cão removeu outro cachorro que agonizava na rodovia, arriscando a própria vida. Para os seres humanos isso pareceu surpreendente. Os humanos, na grande maioria, não são mais assim.

Saturday, December 06, 2008

Mailor na Feira do livro

Todos diziam que naquela barriga estava uma ninhada. Os escritores sorriam, pois sabiam o real significado, que não é só filharada, mas atrás do umbigo ninhada é ninho, abrigo de quem não quer ficar sozinho.

Thursday, November 20, 2008

Vicinal


Foi síndico por vários anos seguidos, sempre implicando, reclamando, punindo os condôminos.
Mudava-se, de prédio em prédio a mesma coisa.
Até que encontrou a vizinhança perfeita, no cemitério.

Verdade absoluta


Ela disse:
- Acabou.
Ninguém conseguiu entender. Eles pareciam tão felizes. Certamente ela tinha outro.
Cinco anos depois ela casou novamente e todos disseram:
- Foi por causa dele, com certeza.

Thursday, October 30, 2008

Vingança


A gata brincava com o rato morto. Jogava-o para cima, tocava com a pata, dava pequenas mordidas, como se debochasse da situação da sua vítima.
Na cadeira, recostada, com uma taça de vinho nas mãos ela pensava:
- Exatamente o que eu quero fazer com aquele canalha.

Monday, October 27, 2008

O fim

Na vida, morreu de muitas coisas. De tédio, de raiva, de medo, de cansaço, e por fim, de câncer.
Só não teve tempo de morrer de amor.



foto: Patrick Parenteau

Sunday, October 19, 2008

Passional


Ela – ele mataria com um tiro.
Ele – ela matou quando disse que não o amava mais.

Wednesday, October 15, 2008

Audácia

Ele disse:
- Só por cima do meu cadáver.
Tentei não pisar na cara, para não estragar meu sapato novo.

Best seller


O que ele mais queria era sucesso.

Depois - liberdade.

Saturday, October 11, 2008

Casados, cinqüenta anos depois


Com o passar dos anos meus beijos foram ficando diferentes. Suaves demais, rápidos, superficiais.
Segurando sua mão só pensava nisso, quando ela abriu os olhos e perguntou:
- Eu morri?

Friday, October 10, 2008

Punição


Ser a outra tinha algo que a incomodava muito - nas festas de família, ele a ignorava totalmente.
Quando ele ficou viúvo ela fez o mesmo.

Tuesday, October 07, 2008

Contos Comprimidos - Porto Alegre


O livro “Contos Comprimidos” é uma antologia da editora Casa Verde, organizada pelo médico Fernando Neubarth.
Os autores:
Alcir Nicolau Pereira, Amílcar Bettega, Ana Mello, Berenice Sica Lamas, Blau Fabrício de Souza, Caio Riter, Carlos André Moreira, Celia Maria Maciel, Celso Gutfreind, Cezar Dias, Christina Dias, Cintia Moscovich, Claudia Tajes, Cleci Silveira, Cristiano Bernardes, Deonísio da Silva, Dilan Camargo, Fernando Neubarth, Fernando Rozano, Filipe Bortolini, Franklin Cunha, Ivete Brandalise, Jaime Cimenti, Jaime Vaz Brasil, Jane Tutikian, José Eduardo Degrazia, José Tupinambá Vasconcelos, Laís Chaffe, Leonardo Brasiliense, Lourenço Cazarré, Luciana Veiga, Luís Dill, Luiz Paulo Faccioli, Marcelo Spalding, Marilice Costi, Mário Viana de Queiroz, Marô Barbieri, Miguel Sanches Neto, Mirna Spritzer, Paula Taitelbaum, Paulo Betancur, Renato Lajús Breda,Sérgio Caparelli, Sérgio Napp, Sizínio Kanan Herbert, Susana Gastal, Tabajara Ruas, Tailor Diniz, Valesca de Assis, Walter Galvani

13 DE OUTUBRO, SEGUNDA-FEIRA, A PARTIR DAS 19H30MIN

LOCAL: CENTRO CIENTÍFICO-CULTURAL AMRIGS, AV. IPIRANGA, 5311, PORTO ALEGRE.
ESTACIONAMENTO LIBERADO

Sunday, October 05, 2008

Caso de amor


Para provar o seu amor tatuou o nome dela nas costas.

Quando tudo acabou, nem arrancando a pele pode tirá-la da sua vida.

Tuesday, September 23, 2008

Folhetim


Em defesa da honra mordeu a orelha da amante.

O marido fugiu temendo por sua virilidade.

Fraqueza


Jamais imaginou que ela o deixaria depois de tanto tempo, ainda mais por outro. A morte pareceu a única solução. Mas ao sair do coma percebeu que falhara. Enfim, ela estava certa. Ele não merecia o seu amor.

Monday, September 22, 2008

Vida passada a limpo


Depois que ele morreu os filhos ficaram mais unidos. Descobriram que tudo poderia ter sido diferente se tivessem conversado mais. Para eles, o tempo daria mais uma chance.

No passado


Estava tão dependente das drogas que esqueceu que um dia viveu sem elas, e inacreditavelmente feliz.

Sunday, September 07, 2008

No corredor da morte


Dada a sentença, perguntaram para ele:
Qual o seu último desejo?
Ao que ele respondeu, depois de pensar por alguns minutos:
- Quero virar comida de peixes.

Sunday, August 31, 2008

Duplo


Queria ser igual a ele.
Tão igual que poderia tomar seu lugar sem que ninguém notasse.
Quando ele morreu, não teve escolha.

O outro II

Apaixonado por Jack, o estripador, viveu frustrado, não tinha a mesma coragem.
Extravasava sua tristeza esquartejando frangos no aviário da cidade.

Desejo


Ele queria seu corpo, a boca já não bastava.
Depois partiria. Planejou tudo, com a mala pronta no quarto do hotel.
Mas ela foi doce e feiticeira.
Noite após noite a mala foi desfeita.

Dúvida

Mais de vinte anos.
A rosa seca no meio do livro trouxe a lembrança de um antigo amor.
O único, talvez.

Monday, August 18, 2008

Coerção


Nossa vida era difícil.
Ele não me permitia chorar, nem descansar.
Um dia ele morreu.
E eu saí de férias.

Sem falhas


Não podia errar. Não podia perder. Nem desistir.

Seguiu sempre as regras, até quando decidiu matá-lo.

Tuesday, August 12, 2008

Golpe

Ele inventou um novo, inédito e inusitado.
Após a luta, além da vitória, revelou a traição do adversário que um dia foi seu melhor amigo.Nenhuma medalha, nenhuma honra.

Tuesday, August 05, 2008

Relação perigosa


Ele queria acabar tudo, Joana ameaçava denunciá-lo.
Para cortar definitivamente a ligação entre eles, Paulo esquartejou o corpo dela sem piedade.

Linhagem


Meu irmão sempre dizia que eu era adotado e eu chorava muito enquanto procurava provas pela casa.
Descobri mais tarde que naquela família nada era legítimo.

Thursday, July 31, 2008

No sarau


Escritores saboreavam o próprio veneno.

Sunday, July 13, 2008

Um amigo


Costumávamos caminhar nos trilhos do trem, lado a lado.
De longe o barulho nos trilhos e o tremor sob nossos pés até chegar bem perto. O apito. Saltávamos cada um para um lado.
Um dia ele caminhou sozinho e não quis ouvir o apito.

Saturday, July 12, 2008

Sobressalto


O convite para a boate foi insistência de um cliente.
O infarto foi proporcionado pela esposa que dançava nua, rodeada por muitos admiradores com o dinheiro entre os dedos e o desejo nos olhos.

Thursday, July 03, 2008

No céu X


São Pedro me mandou entrar e esperar calado.
Deus estava no computador.
Tentava deixar os mandamentos on-line.

No inferno X


Expliquei que era tudo um exagero o que ele estava dizendo. Nunca tinha cometido aqueles abusos.
Aí o Diabo pareceu irritado e respondeu:
- Não é nada disso que eu vi no seu perfil do ORKUT.

Wednesday, July 02, 2008

Sétima série, treze anos


A tarde estava ensolarada e quente quando Clarice saiu do colégio para buscar o resultado. Positivo. Um misto de felicidade e medo dominou seu corpo e causou rubor em seu rosto.
- Se for menina poderá brincar com minhas bonecas.

Monday, June 30, 2008

Finais Felizes

Meu e-book criado pelo Luís Ene, na Revista Minguante.
Para ver, clique aqui:
Saudações!
Ana Mello.

Sunday, June 29, 2008

Encantamento


Perdeu sua pureza.
Tornou-se fútil, desinteressada pelos momentos de convivência familiar. Escondida no sótão acariciava figuras de centauros e rabiscava imagens do Partenon.

Convívio


Todos os dias eu a procurava ali, perto do ar condicionado. Ela mudava de aparência, mesmo que isso não me agradasse tanto.
Parecia mudar de humor.
Até que um dia ela estava morta. Talvez por falta de comida, ou solidão.
Azar! Na minha casa tem muitas lagartixas.

Tuesday, June 24, 2008

No consultório


Perguntei o que o fizera procurar um médico, qual era o seu problema.
Ele disse os sintomas, o diagnóstico, e terminou com uma prescrição. Tinha pesquisado tudo na internet. Só queria trocar idéias com um especialista.

Monday, June 23, 2008

Inimigo


Seu último ato de vingança foi doar-lhe sangue - contaminado.

Pela ira, mas já era o bastante.

Friday, June 20, 2008

Lúdico



Pequenos caminhões, muitas casinhas e bonecas.
Seres mágicos em luta contra o mal.
Viagens por terras distantes.
Tudo feito de pedra.





Trabalho infantil é crime! DENUNCIE

Thursday, June 12, 2008

Bomba na padaria


Desta vez o recheio não era creme nem chocolate.

Morreram dois.

Sunday, June 08, 2008

Lapso fantástico


Na iminência do terremoto os sapos abandonaram a cidade.
Muitos dos príncipes, coincidentemente, desapareceram também.

Enfado


Naquele dia matou sete pessoas.
Estava cansado da vida.
Dos outros.

Wednesday, June 04, 2008

Invasão


Abri a porta lentamente, estava tudo revirado.
As pegadas seguiam em direção ao quarto.
Na minha cama, estirado, o cachorro do vizinho.

Coisa de outro mundo


Estava lá, olhando as coisas dele. Seus escritos, suas palavras perdidas, cores e cheiros.
Ele não estava em casa, estava na minha. Lendo-me, saboreando meus pensamentos.
Viajamos de blog em blog.

Sunday, May 25, 2008

No inferno IX


Estranho encontrar um cachorro ali.
Peguei a bolinha no bolso e joguei para ele. Na terceira vez ele correu, escorregou e caiu no fogo. Fiquei apavorado.
Então ouvi a voz Diabo:
- Cérbero, vem com o papai.

No céu IX


Não quis atrapalhar, Ele estava lendo.
Sacudia a cabeça e sorria.
Quando saiu da sala corri para ver o livro:
A Comédia de Dante.