Wednesday, August 19, 2009

Interrogatório


- Doutor, como eu posso ser acusado de tirar a vida dela se a vida a ela não pertencia? Era só minha, há muitos anos.

5 comments:

dudu oliva said...

Muito bom!!

Angela said...

Ai! que medooooo!
Já tirou a vida dela muito antes... do ato final!
mázinha disfarçada:D

Lau Milesi said...

D+ Ana!!! Parabéns!!! Diante da argumentação...fazer o que?rs
Um beijo

Beto Guimarães said...

Cruel. Grande abraço.

Carlinha Link said...

nossa, perfeito!